fbpx

Mobilidade Elétrica: conheça tudo sobre essa grande mudança

Atualmente está ocorrendo uma verdadeira revolução no setor de automóveis, a revolução da mobilidade elétrica, pois o número de carros que funcionam por meio de energia limpa (elétrica a principal) tem aumentado de maneira sem precedentes. Mas qual a razão para esse crescimento de automóveis elétricos?

O maior motivo para estar acontecendo tudo isso é a preocupação crescente das pessoas a respeito dos efeitos da emissão de gases poluentes no nosso planeta, em virtude disso os carros elétricos ganham preferência para o transporte. Além disso, neste contexto os países buscam criar regras para restringir a produção e circulação de carros movidos a combustão, enquanto os carros elétricos ganham os mais diversos incentivos pelos países para serem usados. Inclusive, a começar por 2030, uma série de países europeus limitarão de maneira muita mais intensa os veículos movidos a combustão para alcançar um contexto em que não haja mais veículos movidos a combustão.

Tem interesse em saber mais sobre mobilidade elétrica? Se sim, basta acompanhar as próximas linhas.

Boa leitura!

O que é mobilidade elétrica?

A mobilidade elétrica significa a eletrificação dos automóveis com o objetivo de fazer com que cesse o uso de combustíveis e se torne comum o uso da eletricidade como forma a permitir que os veículos funcionem para locomoção. Inclusive, existe uma série de tipos de veículos que já empregam a eletricidade como propulsão, por exemplo, bicicletas, scooters, ônibus e carros. É sempre bom destacar neste contexto que a mobilidade elétrica está associada à eletrificação do transporte.

Mas o que isso quer dizer?

Isso significa que a mobilidade elétrica tem a finalidade de permitir que os indivíduos tenham como veículos para mobilidade os veículos elétricos. Não apenas elétricos necessariamente, existem também os automóveis elétricos híbridos que fazem uso do sistema de propulsão fundamentado em eletricidade e outro sistema de propulsão diferente. Para concluir, é interessante destacar também que os veículos elétricos além de ajudar a diminuir os poluentes atmosféricos, eles contribuem para redução de níveis de barulho.

A relação entre mobilidade elétrica e energia solar

Antes de mais nada o crescimento do número de automóveis elétricos ajudará no fortalecimento e ampliação do uso da energia solar fotovoltaica, fonte renovável e sustentável que consegue ser empregada para abastecer (com energia elétrica) os veículos elétricos. No entanto, no Brasil a evolução da mobilidade elétrica ainda é algo que está engatinhando, poucas cidades no Brasil possuem estruturas para atender veículos elétricos ou mesmo nem possuem uma frota de veículos elétricos.

Para você ter uma ideia, a cidade de São Paulo parece ser a região que está mais avançada na questão da mobilidade elétrica, pois logo mais estará implementando uma frota de ônibus elétricos, que são recarregados por energia elétrica gerada pela fonte solar fotovoltaica.

Portanto, a fim de que o Brasil mude essa realidade em que há pouca estrutura e desenvolvimento na mobilidade elétrica é necessário que o Governo Federal seja mais efetivo em relação às implementações de leis, incentivos fiscais e construções de obras, tudo voltado para mobilidade elétrica. Além disso, a título de comparação, boa parte da Europa e da China atualmente vem se mostrando bastante esforçados para implementar medidas e ações que façam com que se torne mais fácil adquirir veículos elétricos. Além de que boa parte da Europa e da China procuram criar um ambiente de negócios interessante dando uma série de incentivos para o desenvolvimento de automóveis elétricos.

O que é carro elétrico?

O carro elétrico é um meio de transporte de zero emissão de poluentes, pois não soltam nenhum tipo de gases nocivos, bem como não tem praticamente nenhum ruído em razão de que os motores elétricos são mais silenciosos em comparação aos motores de combustão. Além disso, os veículos elétricos ganham cada vez a atenção das pessoas em todo mundo, inclusive, no Brasil mesmo que lentamente, pois é um modelo de veículo mais autônomo e sustentável.

Para você ter uma ideia de quanto é importante a existência dos veículos elétricos, saiba que o mercado automobilístico é responsável por algo em torno de 20% das emissões em todo mundo de gases do efeito estufa, de acordo com a Agência Internacional de Energia Elétrica (IEA, na abreviação na língua inglesa). Essa mesma instituição informa que no Brasil, o percentual das emissões de gases do efeito estufa é cerca de 40%.

Em vista disso tudo, é bastante importante diminuir a poluição causada pelo mercado automobilístico para sermos capazes também de reduzir as mudanças climáticas e alcançar as metas ambientais do Acordo de Paris. E uma das formas para fazer acontecer essas mudanças alcançarem essas metas ambientais do Acordo de Paris é por meio da ampliação da mobilidade elétrica e, consequentemente, do carro elétrico.

Aliás, os governos do mundo inteiro estão olhando a questão da mobilidade elétrica como prioridade, por isso estão colocando em ações estratégias capazes de estimular a indústria automobilística a trocar os motores a combustão por motores elétricos.

Tipos de carros elétricos

Hoje em dia há 4 tipos de veículos movidos a propulsão elétrica:

● Veículo elétrico híbrido (HEV)
● Automóvel elétrico híbrido plug in (PHEV)
● Veículo elétrico a bateria (BEV)
● Automóvel que faz uso da célula de combustível (FCEV)

A seguir, saiba com detalhes sobre esses 4 tipos de veículos elétricos.

Veículo elétrico híbrido (HEV)

Antes de mais nada saiba que esse veículo faz uso sobretudo do combustível tradicional, por exemplo, gasolina e álcool, bem como esse veículo possui um motor de combustão interna.
No entanto, esse veículo possui também um motor elétrico e as baterias possuem um uso somente para somar ao combustível tradicional. A bateria desse veículo recebe recarga graças ao uso dos freios regenerativos (kers), que tomam a energia cinética e a convertem em eletricidade.

Automóvel elétrico híbrido plug in (PHEV)

Aqui o veículo como o anterior faz uso de uma combinação entre o motor a combustão interna com um motor elétrico e baterias.
Ok, mas qual é a diferença desse veículo para o anterior? A diferença reside no fato de que muito mais do que esse veículo possuir carregamento por meio de kers, aqui a bateria também pode ser carregada fazendo uso de um cabo alimentado por fonte externa.

Veículo elétrico a bateria (BEV)

Agora estamos diante de um carro completamente elétrico, que faz uso da eletricidade que se encontra guardada na bateria para promover com que o motor do carro funcione e o veículo se locomova.

Como é então o recarregamento desse veículo?

O recarregamento é realizado por via de uma tomada ou um plugue que consome energia de uma rede elétrica seja ela doméstica ou não.

Automóvel que faz uso da célula de combustível (FCEV)

Neste veículo o gás hidrogênio permite gerar eletricidade e abastecer o motor movido a eletricidade.

Como carregar carros elétricos?

A princípio existem estações de recargas que abastecem os carros elétricos.
Ao passo que essas estações de recargas (ou eletropostos) podem ser usadas como carregadores residenciais, terminais públicos e privados. Inclusive, é também totalmente viável carregar os carros elétricos em uma tomada elétrica comum, mas pode ser que o veículo não carregue tão rápido se compararmos a uma estação de recarga.

O que é eletroposto?

Desde já um eletroposto nada mais é do que uma estação de carregamento de automóveis movidos a eletricidade.
Aliás, um eletroposto possui todas as adaptações necessárias para atender veículos com uma carga elétrica de qualidade e de grande velocidade. Os carregadores de um eletroposto conseguem ser de 22kW, o que proporciona uma recarga quase rápida.
No entanto, os carregadores de um eletroposto também podem ser de 50 kW, o que significa uma recarga muito rápida, que pode carregar totalmente a bateria de um carro elétrico antes de atingir 30 minutos.

Certo, mas como um motorista de um carro elétrico usa um eletroposto?

É algo fácil, não precisa de ajuda de terceiros, o motorista só tem que conectar o cabo de carregamento que fica no eletroposto ao carro elétrico. Após isso, só resta aguardar terminar o carregamento da bateria do veículo elétrico.

Qual o custo de carregamento de carros elétricos?

O custo de carregamento dos veículos elétricos não é algo preciso, pois esse custo muda conforme o tipo de carro e o tipo de carregamento optado. É necessário para você ter uma ideia fazer um cálculo do valor do quilowatt-hora (kWh) se for escolhido o carregamento doméstico.

Esse cálculo funciona assim: tem que verificar a potência do automóvel elétrico em Watts e multiplicar pelas horas de carregamento, que em uma rede elétrica doméstica pode ficar entre 12 horas a 36 horas. Para evitar toda essa demora para carregar um veículo elétrico, uma pessoa pode optar por instalar um “wallbox” (equipamento para carregar de forma mais rápida um veículo elétrico e que normalmente se faz presente em eletroposto) na sua casa.

No entanto, o “wallbox” é um equipamento que demanda um bom investimento para comprá-lo, custos de mão de obra e adaptação da rede elétrica residencial. Por esse equipamento exigir muitos custos e carregar um carro elétrico em uma rede elétrica comum demorar muito, um eletroposto é um ótimo amigo de quem tem um carro elétrico, pois em certos casos eles não possuem custos para o dono do veículo e ficam em regiões estratégicas de uma cidade ou estradas.

Cenário brasileiro dos eletropostos

No Brasil, existem poucos eletropostos e o crescimento deles é bem demorado atualmente. Por isso, caso você seja uma pessoa que deseja investir neste mercado, tenha em mente que ele está só no começo, mas pode ser uma oportunidade para você ser um dos primeiros a desbravar esse negócio e lucrar bastante no futuro.

Mesmo que haja poucos eletropostos no Brasil, ainda existem diversos incentivos do governo para mudar esse cenário. Por exemplo, o governo brasileiro está promovendo o crescimento do mercado de eletropostos e mobilidade elétrica por via de redução de impostos para comprar carros elétricos e criações de programas para estimular esse mercado. E uma das ações mais importantes feitas pelo governo brasileiro para estimular o mercado de eletropostos e mobilidade elétrica é a resolução 819/2018 que possibilita para as pessoas que possuem um eletroposto ou desejam investir em um, cobrar pelo serviço de recarga das baterias dos veículos elétricos.

Então, o que isso significa na prática?

Isso quer dizer que mais empresas ficarão interessadas em participar do mercado de eletropostos no Brasil, assim, ajudará a aumentar o número de eletropostos no Brasil, bem como deixará a infraestrutura voltada para mobilidade elétrica no Brasil mais robusta. Por fim, gostou de acompanhar este artigo? Então, não se esqueça de deixar um comentário abaixo e compartilhar este artigo nas suas redes sociais!

Obrigado por ler este artigo ”Mobilidade Elétrica: conheça tudo sobre essa grande mudança”. Espero que o artigo tenha te ajudado. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, estamos à disposição.

Compartilhar:

Faça uma simulação