Solled Energia projeta crescimento de 70% para 2019

Quando se fala em utilização de energia solar para geração de energia elétrica, os números são evidentes e apontam para um grande crescimento dia após dia no Brasil. Segundo dados divulgados no fim do ano passado, do Banco de Informações de Geração (Big) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o País tem 48.765 conexões de Geração Distribuída (GD) Solar Fotovoltaica, o que totaliza 496MW. No Rio Grande do Sul são 6.602 conexões GD Solar Fotovoltaica, totalizando 78MW. Com o maior número de projetos ligados à rede no Estado, a empresa gaúcha Solled Energia projeta um crescimento de 70% para 2019. Hoje a empresa detém 3% da instalação brasileira (15MW) e 19% das usinas ligadas à rede em solo gaúcho.

Conforme a diretora da Solled Energia e diretora Regional da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), Mara Schwengber, a empresa, que tem sede em Santa Cruz do Sul (RS), finalizou o ano de 2018 com mais de 15 MW de potência instalada, em mais de 600 usinas. O volume seria suficiente para abastecer 33.000 casas populares. “Nossos clientes economizam mais de R$ 14 milhões em energia elétrica por ano. Estamos muito satisfeitos e projetando mais crescimento para este ano que está iniciando”, declara Mara.

Dentro do planejamento de crescimento, em maio de 2018 a Solled Energia firmou parceria comercial com a multinacional brasileira WEG, fabricante de motores e fornecedora de sistemas elétricos industriais completos, com soluções em energia fotovoltaica para o mercado nacional. Em junho, inaugurou sua nova sede, com 400 metros quadrados, às margens da RST 287. “Com esta estrutura, ampliamos nossa atuação no Estado, principalmente nas regiões Centro, Noroeste e Serra”, completa Mara.

Principais municípios com instalações da Solled Energia: Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Vera Cruz, Rio Pardo, Candelária, Sinimbu, Santa Maria, Caçapava do Sul e Barros Cassal.

Compartilhar: